A Experiência do MAC Goiás

Histórias

Tantas lembranças

Fragmentos de uma longa caminhada, soltos na mente

Eles nem cabem num baú!

Quem dirá num caminhão

Talvez em um avião

É que “meu avião ele é do Ceará, ele vai pousar no campo da aviação”

Quem disse que criança e adolescente não se lembra das coisas?

Lembra sim

Saudade, tanta saudade.

Quem olhava de longe pensava que estávamos brincando

Que nada!

Estávamos era ensaiando um mundo novo, isso sim! Um mundo tão bonito quanto o brilho no olhar de criança.

Escola Bíblica, Encontrões Regionais, Grito dos Excluídos, Romaria da Terra, Romaria das Cebs, Celebrações da Palavra, Sementeiras, Festa contra as Intolerâncias, Sorvetada, Pamonhada, Ações em defesa do Cerrado, Apitaço contra o abuso e a Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes… Banho de mangueira, brincadeiras de roda, desenhos, poemas, músicas, jograis… Ações em defesa de direitos… Ufa! Tudo isso e mais um pouco, foi preparado, planejado e executado por nós aqui do Bairro Floresta, com muito movimento e gosto.

Essas ações não são coisas de crianças????

Me desculpe seu moço,

mas no MAC são sim.

No Brasil o MAC fará 50 anos agora em 2018.

Tudo iniciou no estado do Pernambuco, terra do frevo e maracatu, por iniciativa de Dom Helder Câmara, no ano de 1968.

No estado de Goiás, o MAC chegou em 1996, com a irmã Veroni, dominicana que morava em Sanclerândia. Agradecemos a ela por esse bem que nos fez.

Aqui no Bairro Floresta, foi em 2008, quando no Curso de Verão, Klaus a proposta apresentou. Dorinha e Suely, logo o projeto acatou. Foram chegando outras pessoas para acompanhar a meninada: Ivanete, Magda, Célia, Cleres e outras gentes mais…

Olhem para as fotografias expostas nestes varais… Desde o início da nossa caminhada, a criançada foi considerada como gente. Por isso, fizemos isso aí (mostrando para as fotografias) e muito mais.

Não pensem que tudo foram flores. Nós brigávamos demais! Só não foram oito anos de brigas, porque decidimos fazer um tratado de paz, com regras e tudo mais! A bandeira branca foi levantada.

O MAC era um espaço que nos acolhia, não tínhamos um espaço, um lugar pra aprender, celebrar e é claro brincar. O MAC ofereceu espaço e não queríamos perder por briga boba.

O pião tanto rodou, passou de um lado pro outro, e cá estamos nós de novo, juntos(as), para comemorar o que um dia fez parte da ciranda da nossa vida.

Por aqui eu vou parando, porque já falei demais. Mas, antes quero lembrar que 50 anos de uma história de amor e amizade, é algo que vale a pena celebrar!

Goiânia, janeiro de 2018.

Thawany Ferreira Lopes da Silva e Múria Carrijo Viana

O lançamento do livro MEMÓRIAS EM MOVIMENTO – EDUCAÇÃO POPULAR E EVANGELIZAÇÃO LIBERTADORA COM CRIANÇAS E ADOLESCENTES, que aconteceu no dia 01 de fevereiro de 2018, em Goiânia/GO foi simples, repleto de memórias coletivas e de brincadeiras… Cheio de esperança.